O contato com o terreno virgem pretende-se mínimo, a intenção é minimizar o grau de intervenção e maximizar as vistas da envolvente Natural. Uma massa monolítica ergue-se do chão, subtraem-se os volumes necessário para darem origem aos vãos exteriores e por fim quebra-se a linearidade do volume com um movimento incisivo e que desassossega - o projeto adquire a sua personalidade.

Um volume que paira na paisagem e que apenas toca o solo para se suster e possibilitar o acesso ao seu interior; um volume que “pousa” ao de leve sobre o terreno e não se encastra; um volume que se integra na sua envolvente natural, mas que ao mesmo tempo se destaca dos demais.

BRAGA

equilibrium house